terça-feira, 20 de maio de 2014

O Portão

Quando estive em Paraibuna, semana passada, já tinha em mente desenhar o portão do Cemitério , famoso por causa da inscrição no seu topo.
Não há registros do idealizador da frase, apenas se sabe que está lá desde a criação do cemitério, no fim do século XIX.
A frase já serviu de inspiração para um documentário, premiado no Festival de Cinema de Gramado em 2000.
Outra curiosidade e lenda local é sobre uma estrela que existe no meio de um dos degraus de acesso à Capela do Cemitério - quem pisa nela não sobrevive mais que dois dias!
Histórias como essas é que me impulsionaram a voltar a Paraibuna para desenhar o famoso portão.
Gostei de conhecer o local, bem organizado e com a facilidade de ficar aberto ao público quase o dia  todo.
A Capela interna também é interessante para um  sketch ( desculpa pra voltar não falta ).
A cidade, vista do lado de cima do cemitério, também é muito bonita e , depois de desenhar o portão, entrei para o último desenho - uma vista parcial da cidade - que estará aqui em poucos dias.
Ah! Quase me esquecia de citar a frase famosa :
" NÓS QUE AQUI ESTAMOS POR VÓS ESPERAMOS"
Podem me esperar por muito tempo, não tenham pressa!
O desenho foi feito em papel Filipaper Diplomata 120 g/m2 usando tinta caseira e aquarela Kuretake.
Quase não termino, porque começou a chover ( alguns borrões no desenho) e tive que procurar abrigo.
Contei com a ajuda e simpatia da D. Lourdes da Barraca da Ritinha que me cedeu mesa, cadeira e cobertura. Para minha sorte, a chuva não passou de uns poucos pingos e eu pude continuar meu solitário Sketchcrawl.



As fotos do local:





Fotos © 2014 Murilo Sergio Romeiro



Nenhum comentário: