domingo, 29 de junho de 2014

A figueira da Avenida Andrômeda

Já me referi a esta árvore em uma publicação passada., mas não me canso de admirar sua beleza e grandiosidade quando passo por ela.
É imensa! Sua copa cobre quase toda a esquina das duas avenidas onde se localiza, a Andrômeda e a Perseu no Jardim Satélite.
Pesquisei sobre sua história na internet mas, infelizmente, não encontrei referências.
Tenho receio que algum dia ela venha a ser derrubada pelo "poder público" por alegações de "segurança" devido ao tamanho, ou por outras desculpas quaisquer assim como fizeram com todas as árvores que se encontravam na calçada da Av. Andrômeda ao longo do Vale Sul Shopping.
Há tempos que quero retratá-la em um desenho, antes que desapareça, como tem sido o fim de muitas árvores da cidade, e ontem cedo saí com esse objetivo.
Sentei-me no meu banquinho de lona, do outro lado da avenida, sob umas árvores da pracinha e fiz meu sketch.
Usei papel artístico creme A4 da Jandaia, pena com tinta nanquim e aquarela Kuretake.
Por falta de tempo, a aquarela eu terminei em casa.






Fotos © 2014 Murilo Sergio Romeiro

Nenhum comentário: